Androides sonham com ovelhas elétricas?, de Philip K. Dick.

article-3869Olá leitores! Finalmente consegui terminar a minha primeira leitura importante de 2017!

Já vi que este ano vai ser bem complicado manter o ritmo de 2016. Os tios estão cheios de coisas para ver no Netflix, de jogos de tabuleiro para jogar… O bom é que vamos falar sobre isso tudo por aqui também!

Então a tendência é que os posts fiquem menos frequentes, mas, para compensar, o conteúdo será mais variado.

E não se esqueçam de seguir o Instagram do blog (/guloseimasnerds)! Lá postamos aquelas coisas do dia a dia, que são mais rápidas de compartilhar com vocês.

Então, vamos ao assunto do post!


Alerta: esse post pode conter alguns spoilers não relevantes.


Continuar lendo

[Maratona 💀] O Último Adeus, de Cynthia Hands. [S03E03]

o-ultimo-adeus-cynthia-hand-darkside-books-capa-cover-final2.pngOlá pessoas nerds!

Hoje encerro o último capítulo da última temporada da última maratona Darkside de 2016. Essa terceira maratona foi meio zoada porque uma ressaca literária me pegou de jeito depois que li Warriors. Acho que, na verdade, foram uma série de fatores, dentre eles a nossa viagem para a Disney, o cansaço mesmo, e a vontade de fazer outras coisas e principalmente o fato de eu não ser obrigado! 😎

Para encerrar bem a última temporada dessa maratona, vou falar um pouco sobre este livro surpreendentemente bacana que é O Último Adeus, da Cynthia Hand.

Continuar lendo

[Maratona 💀] Em Algum Lugar nas Estrelas, de Clare Vanderpool. [S03E02]

Olá amigos leitores!

Hoje continuo a minha maratona Darkside meio tortinha. E o assunto da vez é Em Algum Lugar nas Estrelas, de Clare Vanderpool, essa belezinha de livro que além de visualmente lindo tem um conteúdo muito bacana!

cropped-em-algum-lugar-nas-estrelas-1170x658.png

Continuar lendo

S., de J. J. Abrams e Doug Dorst.

91S666dWkaLOlá pessoal! Hoje vamos falar de mistérios. E algumas frustrações…

Como prometido no post anterior, terminei de ler S./O Navio de Teseu e estou aqui para falar um pouco sobre ele.

Pensei muito antes de escrever algo sobre este livro com medo de não ser justo com a obra e com minha experiência de leitura, e nem desqualificar todo o trabalho que envolve a edição de um livro, desde a sua concepção até o momento em que ele chega na prateleira da minha estante.

Mas enfim… minha reação ao terminar de ler toda a obra você pode ver a seguir.

Continuar lendo

[Maratona 💀] Hellraiser: renascido do inferno, de Clive Barker.

timthumbMuita gente esperou este livro por 30 anos, principalmente aqueles que, como eu, são analfaburros em não sabem muito Inglês. Com a diferença que eu não esperei porque não conhecia a obra de Clive Barker… Hahaha!

Como assim, tio, não conhecia o cabeça de prego? Não sou obrigado!

O segundo livro da Maratona 💀 é o Hellraiser (The Hellbound Heart), conto de Clive Barker que, segundo reza a lenda, durante a todo esse tempo, nenhuma editora quis trazer esse livro para o Brasil por ser assustador demais…

Mas será que é isso mesmo? Veremos! Continuar lendo

[Pura sedução] + [Maratona 💀]: Donnie Darko, de Richard Kelly.

91f6Yq+S9yLQuéqué isso, caros NERDS? Esse blog nem completou 6 meses e já está apelando para a pornografia para se autopromover? Está copiando ex-subcelebridade agora?

Não mesmo! Isso é inadmissível! Deixemos isso para os ex-BBBs.

Explicar-lhes-ei… #micheltemei

Toda vez que o livro oferecer uma experiência tão completa, tão fascinante que supere qualquer avaliação que os tios façam – obviamente sob nosso ponto de vista pouco técnico, mas sincero -, faremos um “ensaio sensual” do livro, por se tratar de uma obra tão fascinante, tão surpreendente e tão cremosa, que só não é melhor que sexo sorvete.

Continuar lendo

Trilogia 1Q84, de Haruki Murakami.

51YD+EiVWqL

Olá queridos nerds.

Hoje vou relatar minha primeira experiência de leitura de um autor japonês! Já havia lido outro livro de autor oriental, o “Mudança” de Mo Yan, chinês, mesmo autor de “As Rãs” e pude constatar que os autores de olhinhos puxados têm mesmo um jeito todo especial de contar suas histórias. Influências culturais talvez expliquem isso. Mas vamos ao assunto do post.

A obra da vez é a Trilogia 1Q84, de Haruki Murakami. São três volumes (trilogia dãããããããããa, mas Douglas Adams fez uma trilogia de 5 livros e ninguém reclamou…), mas não vou fazer uma resenha individualizada para cada livro e sim do conjunto da obra.

Continuar lendo