Fábrica de Vespas, de Iain Banks.

fabrica-de-vespas-iain-banks-darkside-books-capa-site-v2Este livro me despertou o interesse não somente por sua capa, mas também por ter ficado longe das prateleiras durante muito tempo, pois foi lançado pela primeira vez em 1984, porém nunca antes editado no Brasil.

Mais de 30 anos depois, a Darkside teve a coragem de trazer a obra para o Brasil e, apenas após sua leitura, pude compreender porque isso ocorreu e porque me despertou tanta curiosidade.

Como a própria editora diz: uma obra única, extremamente violenta e visceral.

Leia se tiver coragem! Vamos ao nosso relato sobre essa leitura!

SINOPSEFrank – um garoto de 16 anos bastante incomum – vive com seu pai em um vilarejo afastado, em uma ilha escocesa. A vida deles, para dizer o mínimo, não é nada convencional. A mãe de Frank os abandonou anos atrás; Eric, seu irmão mais velho, está confinado em um hospital psiquiátrico; e seu pai é um excêntrico sem tamanho.

Para aliviar suas angústias e frustrações, Frank começa a praticar estranhos atos de violência, criando bizarros rituais diários onde encontra algum alívio e consolo. Suas únicas tentativas de contato com o mundo exterior são Jamie, seu amigo anão, com quem bebe no pub local, e os animais que persegue ao redor da ilha. Leia mais clicando aqui.

51qjf3jwkzl

Capa gringa. E aí? Qual você prefere? Ambas entregam um spoiler daqueles! Mas só sabe disso quem já leu o livro!

Frank é capaz de cometer toda forma de violência, apesar de ter parado de praticar seus atos há um tempo, pelo menos com humanos… Frank é um ser repleto de questões mal resolvidas, algumas provocadas pelas circunstâncias do destino outras por pessoas próximas mesmo: sua relação com sua mãe é a pior possível, pois ela abandonou a família num impulso; seu pai, apesar de lançar mão de todos os cuidados para criar os filhos, leva uma vida cheia de mistérios; seu irmão Eric pirou o cabeção e se enrolou com as autoridades…

Diante disso tudo, restou a ele se apegar a um amigo anão, Jamie, que o acompanha nas bebedeiras, sabe muito sobre a vida sua vida e sua relação com Eric, mas desconhece o  maior segredo de Frank.

A narrativa se concentra nos atos de violência de Frank e suas digressões sobre seu passado e seu assombro quanto a um possível retorno de seu irmão Eric que estava internado num hospital psiquiátrico depois de ter despirocado durante um evento ocorrido na faculdade. O pai de Frank também é bem presente na trama, juntamente um uma senhora que tem um papel secundário, porém importante nisso tudo.

14135345626394

É uma viagem na mente de um psicopata, um louco carismático, que conquista o leitor, apesar do asco que se pode sentir de suas atitudes. Isso que me espantou nessa leitura, a capacidade de o enredo causar sentimento opostos ao mesmo tempo. Como posso gostar do personagem e reprovar tudo que ele faz? Simplesmente porque suas reflexões fazem algum sentido e, para chegar a essa conclusão, o leitor não precisa concordar com a opinião do personagem.

IMG_1646Algumas passagens chegam a dar nojo e, qualquer um com o estômago mais fraco, abandonaria a leitura. Principalmente em alguns dos rituais que ele pratica para se afastar do mundo real e se aproximar do mundo bizarro e assustador que ele criou como escape. Ele é reflexo de sua criação, de como ele se construiu e foi construído: diversas cicatrizes abertas, que não se curam, que foram abertas tanto por ele quanto por outras pessoas o levaram a habitar esse mundo particular e intransponível a outras pessoas, exceto nós, leitores.

É um livro muito bom, recomentado para quem tem estômago forte, com uma reviravolta impressionante, que pega o leitor de jeito, tirando-o completamente de qualquer zona de conforto. Incomoda, e muito!

IMG_1647Algumas vezes ele é um pouco arrastado. Em algumas passagens o autor quer que Frank seja didático, porém deixa a desejar na explicação dos motivos relacionados à reviravolta que não são revelados no texto e deixam o leitor com um sentimento de vazio e um grande PORQUÊ sem resposta. Essas são minhas duas críticas, e me limito a elas.
Como de praxe, não há como ignorar o belo trabalho editoria feito pela Darkside. Apesar de não ser uma de minhas capas favoritas, ela é totalmente coerente com a história e só quem ler o livro entenderá seu significado. O trabalho gráfico é excepcional, a fitinha para marcar páginas é puro amor e as revisões estão cada vez melhores, apesar de eu ter encontrado um errinho ou outro, mas apenas de digitação e não de sentido.

Leitura recomendada? Sim ou com certeza?

fabrica-de-vespas-iain-banks-darkside-books-autor-01-768x422Sobre o autor: Iain Banks (1954-2013) nasceu e viveu na Escócia. Tornou-se amplamente conhecido pela controvérsia causada pelo seu primeiro romance, Fábrica de Vespas, publicado originalmente em 1984. Desde então, foi aclamado tanto pela crítica como pelos seus leitores por dezenas de obras de ficção e ficção científica. Foi considerado um dos Melhores Novos Escritores Britânicos em 1993. O jornal inglês The Times aclamou Iain Banks como “o romancista britânico mais imaginativo de sua geração” e o Guardian considerou-o “o padrão pelo qual o restante da ficção científica é julgado”.

Conselho do tio: não espere um livro de terror, mas sim uma história macabra. Prepare o estômago!

Nota: Não vou mais dar notas aqui no blog. Mas se você faz questão de ver as estrelas, pode visitar meus perfis no Skoob ou no Goodreads. Depois não diga que a culpa é delas.

Adquirido em: 27/11/2016.

Lido: 26/4 a 8/5/2017.

Formato: boa, velha e cheirosa celulose.

Plataforma: my hands!

Quanto paguei: 22,90, na Amazon.

Editora/Selo: Darkside.

Livros relacionados: A Menina Má, Os Condenados, O Vilarejo, O Menino que Desenhava Monstros, Laranja Mecânica.

Anúncios

Sobre adsonamt

Advogado, servidor público, leitor inveterado, decidi criar esse blog para curtir um período sabático escrevendo sobre o que gosto de fazer. Minhas paixões: livros, chás, gatos, comida boa, música, board games e seriados (não necessariamente nesta ordem, depende da vibe do momento).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s