Eu me rendo! [Lady Gaga / Joanne]

lady_gaga_-_joanne

Nunca pensei que eu fosse me render a uma diva pop.

Lady Gaga fez isso!

Quando ela surgiu no cenário pop vi com muitas ressalvas seu trabalho. Realmente não curto seus primeiros álbuns, aqueles que trouxeram os sucessos que alavancaram a sua carreira. Odiava “Poker Face”, “Bad Romance”, “Telephone” mas nenhuma me irritava mais que “Alejandro”.

Também via com alguma aversão sua atitude e seu figurino no início da carreira (aquele vestido de carne foi o cúmulo da maluquice para mim).

Lembro me de um amigo meu dizer que ela é muito boa, que ela tem formação musica clássica, etc, etc, etc… E eu disse que ela precisava então usar isso porque o sucesso meramente comercial é arriscado. Sempre tive a impressão que ela fazia o que a gravadora queria em seus dois primeiros discos.

Mas veio “Born This Way”, álbum com a maravilhosa música homônima, praticamente sem refrão. Este disco trouxe também as excelentes “Marry the night”, “Hair”, “Bad Kids”, “You and I” “Electric chapel” e “Edge of Glory”. Gosto muito quando divas pop se aventuram numa pegada mais roqueira, assim como Shakira já fez em “Laundry Service”, “Live & Off de Record” e “Oral Fixation”.

“Artpop” eu confesso que ouvi pouco. Mas foi um retorno à música eletrônica que não curto muito. Mas tem umas coisas boas como “Gypsy”, “Manicure”, “Do What U Want” e “Artpop”, “Venus”.

Aí vem a maluquete, tira a fantasia, veste gala e me grava um disco lindo com Tony Bennett (Cheek to cheek), um monstro do jazz que, na época, tinha 88 anos. Nem preciso dizer que é o meu disco favorito da Gaga.

Agora, em Joanne, Lady Gaga parece ter se despido do personagem e se vestido de si mesma. O disco está excelente. Acho que não curti apenas a faixa “A-Yo”. O álbum é uma miscelânea, tem de tudo: reggae, bate cabelo, rock, balada… Tudo muito mais simples (a capa do disco já passa essa mensagem) e visceral que os outros discos. Eu disse simples, e não simplória… Vale muito a pena ouvir a Lady Gaga mais crua de toda sua carreira. Uma produção muito bem feita e cheia de personalidade. Estou curtindo muito essa Lady Gaga “ela mesma”. Enfim sua personalidade está estampada em suas canções.

Ouçam no volume máximo, mas não façam isso no carro porque pode dar multa.😒

Anúncios

Sobre adsonamt

Advogado, servidor público, leitor inveterado, decidi criar esse blog para curtir um período sabático escrevendo sobre o que gosto de fazer. Minhas paixões: livros, chás, gatos, comida boa, música, board games e seriados (não necessariamente nesta ordem, depende da vibe do momento).

Um pensamento sobre “Eu me rendo! [Lady Gaga / Joanne]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s