Sailor Moon (Crystal) – Bishōjo Senshi Sērā Mūn – de Naoko Takeuchi

sailor_moon_crystal_logo_huluMuitos nerds vão espernear hoje: “anime de mulherzinha”… “desenho de menininha”… “anime bosta”… “mi mi mi”… “mi mi mi”…

Mas “palma palma, não priemos cânico” (sic) jovens leitores do glorioso Guloseimas Nerds! Vamos conversar um pouquinho sobre esse anime/mangá que é tão famoso no mundo inteiro, além de ser um dos melhores representantes da sua categoria: Mahō shōjo – que em bom português seria ‘jovens que usam magia’ (algum tradutor de japonês aí que possa me ajudar???☺️).

Tenho certeza que muito marmanjo aqui passou as tardes assistindo aos animes que eram exibidos pela falecida TV Manchete, e, por consequência, acabaram conhecendo essas garotas que lutam contra o mal vestidas de marinheiras!!! Ainda que não queiram admitir!!!😝

Abra sua mente e vem com gente!Tumblr_o1hz9ipxDV1qai1u2o1_540Inicialmente, Sailor Moon – Bishōjo Senshi Sērā Mūn (ou Pretty Guardian Sailor Moon, no inglês) foi lançado em mangá pela revista japonesa Nakayoshi (se não me engano) e foi, na verdade, uma sequência ao mangá “Codename: Sailor V” (o qual retratava apenas as aventuras da futura Sailor Vênus). Esse mangá foi lançado primeiro pela criadora Naoko Takeuchi e, devido ao sucesso e o interesse em trazer a história para as telinhas japonesas pela Toei Animation, Naoko resolveu então criar Sailor Moon.

A Marinheira Lunar retrata a história de cinco jovens garotas do colegial que são surpreendidas, certo dia, com a notícia de que são reencarnações (não sei se esse seria o termo mais adequado🤔, mas enfim) de guerreiras do passado e que lutavam para proteger o saudoso reino do Milênio de Prata. Esse reino era situado na própria Lua do planeta Terra e teve sua queda após um terrível ataque de forças malignas que queriam roubar o majestoso poder do Lendário Cristal de Prata (fonte de todo poder do reino e da Rainha Serenity).

Com a derrocada do Reino, a então Rainha Serenity usa suas últimas forças para fazer com que sua filha e suas quatro guardiãs renascessem no planeta Terra, a fim de que um dia restaurassem o Milênio de Prata.

O mangá fez tanto sucesso que logo foi transformado em anime. Contudo, como a maioria das grandes obras, o anime foi desenvolvido muito rapidamente e logo alcançou a história do mangá. Portanto, para evitar que o anime trouxesse um final diverso da história original, a produtora começou a atochar uma penca de fillers goela abaixo dos fãs. Com isso, o anime clássico da década de 90 teve absurdos 200 episódios divididos em cinco temporadas (Sailor Moon, Sailor Moon R, Sailor Moon S, Sailor Moon Super S e Sailor Moon Stars). Acreditem, para um mangá de história relativamente curta, 200 episódios é muita coisa – e a maior parte de enrolação.

1343713502529
Ilustração do mangá.

A história em si vai muito além da tradicional luta do bem contra o mal. Sailor Moon é além de tudo uma obra humorística mas que também trata de assuntos sérios e bem tradicionais ao estilo, como: amizade, trabalho em equipe, coragem, autossuperação e força de vontade. Cada uma das guerreiras marinheiras apresentam individualmente traços de personalidade próprios. Exemplo: Sailor Mercúrio é a estudiosa e gênio do grupo; Sailor Marte é (no anime clássico) a desbocada e agressiva; Sailor Júpiter é a forte e destemida; Sailor Vênus é a romântica e que demonstra mais a característica da liderança. Já a Sailor Moon é a medrosa, burrinha e que sempre se subestima. (Eu disse que cada Sailor representa um planeta do sistema solar e tem como poder um elemento da natureza [exceto pela Vênus que insiste em usar uma “corrente do amor”???WTF Sailor Vênus!!!🙄]? Não? Então já está dito!)

sailor-moon-in-white-dress-holding-hands-with-mamoruComo personagem principal da trama, Sailor Moon (alterego de Usagi Tsukino ou Serena – como foi traduzido pela dublagem da década de 90) é o foco do primeiro arco e, por que não, a que mais cresce na história. Nas batalhas ela sempre busca a ajuda de suas companheiras e de seu namorado – o herói galante Tuxedo Mask – que é praticamente o único personagem masculino que aparece em toooooodo o enredo (mesmo os vilões em sua maioria são mulheres). Mas mesmo quando está sozinha, Sailor Moon acredita em suas capacidades e supera seus limites em prol da justiça (isso, claro, depois de derramar rios de lágrimas e de, as vezes, se esconder de medo😂😂😂).

Mas a par de tudo isso, o mangá/anime também delineia de uma forma bem sutil (mas as vezes nem tanto) sobre a extensão dos relacionamentos entre garotas. Todos sabemos que, principalmente na época do colégio, as meninas costumam estreitar seus laços de amizade de uma forma muito mais profunda e íntima que os meninos. E isso fica ainda mais claro no anime. Especialmente Usagi/Serena (Sailor Moon), que a todo momento está admirando o quanto suas amigas são maravilhosas, lindas e mais qualificadas que ela própria. Podemos até dizer que a temática da homossexualidade é abordada como plano de fundo, mas acredito que esta não seja a razão definitiva por trás do relacionamento tão profundo entre as guerreiras.

Por outro lado, a obra possui um forte apelo feminino. A mensagem subliminar por trás de toda a aventura é de reforçar o poderio das mulheres em resolver seus próprios problemas. Elas podem ser choronas, medrosas, melodramáticas, mas quando é realmente necessário elas não precisam de nenhum homem para protegê-las. E convenhamos, atualmente toda a temática feminista está tão em alta que muito me admira um desenho como este, e muitos outros do gênero, não sejam cultuados como símbolos do Girl Power!

1382205541-167Enfim. Muitos anos depois que a série animada clássica foi concluída (em meados de 1997) a Toei Animation trouxe de volta as aventuras das Guerreiras lunares em Sailor Moon Crystal, que teve sua estreia em julho de 2014, em comemoração aos 20 anos da obra. Com uma produção muito caprichada, gráficos elaborados e uma qualidade muito superior ao do anime Clássico, Sailor Moon Crystal não possui fillers e sua história é extremamente direta, objetiva e enraizada ao mangá.

Penso, inclusive, que neste reboot a série apresentou de forma ainda mais intensa a admiração entre as personagens. A própria Sailor Moon é sempre superprotegida pelas outras guerreiras, enquanto fica constantemente preocupada com o bem estar delas e com suas próprias limitações em resguardar a si mesma e suas companheiras.

Com o desenvolvimento da história, novas guerreiras são apresentadas. Uma delas, Sailor Urano, é a confusão em pessoa pois nunca se sabe se é homem ou mulher (em dado momento é dito que ela é homem e mulher!!! Ok… Talvez isso seja um pouco de mais para criancinhas…). Você nunca sabe se ela se relaciona com a Sailor Netuno ou se ela está querendo dar uns pegas na Sailor Moon!

tumblr_o5wowf5Awe1twyshko1_500
Chocando o reino do Milênio de Prata até 2020!!!

Brincadeiras a parte, penso que essa abordagem do anime (sobre a relação entre as garotas) não deve ser vista com prejulgamentos ou preconceitos. Já afirmei aqui no GN em outros posts que são animes como este que introduzem conceitos de convivência básicos nas mentes em formação das crianças (comentei sobre isso em Digimon, clique aqui e corre lá pra ver). Não que eu seja contra desenhos mais bobinhos como Pepa Pig, Backyardigans, etc. Mas as lições sobre laços de amizade, respeito, confiança, são abordadas de forma muito mais intensa e representativa nos animes (não em todos obviamente). Nesta época tão atribulada em que vivemos, na qual os pais passam mais tempo trabalhando fora de casa; os filhos em contato com todo tipo de amizades e sob os cuidados de estranhos; sempre tão ligados em redes sociais e na televisão, é salutar que consigamos escolher os melhores programas para ajudar na educação dos miudinhos.

Por fim, recentemente foi encerrada (em grande estilo e com uma pitada de quero mais) a terceira temporada de Sailor Moon Crystal. Sem previsão se haverá uma quarta (se eu estiver errado, que alguém por favor me corrija😭), o novo anime revitalizou uma das produções mais icônicas do ramo de animes/mangás.

Dica do Junior: Se você não estiver com paciência ou tempo para assistir à série clássica, não se preocupe! Sailor Moon Crystal vai cumprir com maestria o legado das guerreiras lunares. Assista lá no Crunchy Rool ou no torrent mais próximo de você!

Nota: 4,5/5,0 (Recomendadíssimo)

Visto em: De julho de 2014 até Junho de 2016. Que Neo Queen Serenity ajude a ter uma quarta temporada!!!

Animes relacionados: Todo e qualquer anime do gênero Mahō shōjo/comédia/aventura como Sakura Card Captors; Guerreiras Mágicas de Rayearth; Slayers, etc.

E aos que continuam reclamando… maxresdefault

Sailor Moon vai castigar vocês EM NOME DA LUA!!!

Anúncios

8 comentários em “Sailor Moon (Crystal) – Bishōjo Senshi Sērā Mūn – de Naoko Takeuchi

  1. Olá, ótimo texto.
    Na época em que foi transmitido pela TV Brasileira não parei para ver, acho que se vi alguns episódios perdidos foi muito, mas era criança na época, não recordo de nada sobre isso. Mas vejo que naquela época o machismo estava muito forte e presente na vida da sociedade (não que hoje ainda não esteja mas na minha opinião antes era pior), hoje eu acho que tudo está mais flexível conheço muito amigo meu que tem acompanhado as temporadas do Crystal como também já leu o mangá. Acho que aos poucos os marmanjos estão perdendo o medo de assumir que já leram ou assistiram algum Shoujo. Até porque em sua maioria como Sailor Moon existe muita coisa por trás da história além de garotas com superpoderes.
    O que acho mais fascinante em Sailor Moon é porque ele destrói totalmente a ideia que em animes não pode existir uma leitura de personagens complexos, não pode ser abordado assuntos bem além do esperado. Mostrando que tem muito animes com temas adultos que consegue dialogar tranquilamente com o publico, acho que geralmente quem acha que anime é coisa exclusiva de criança certamente não deve conhecer nada sobre o assunto. (Exemplo: Essa semana uma página escrota no facebook destilou postagens onde dizia que animes incentivavam a cultura do estupro por muitas personagens femininas sempre serem submissas e corpos sexualizados. Creio que certamente essa pessoa nunca conheceu Sailor Moon, Akeme Ga Kill, Claymore, Garotas mágicas entre outros animes que mostram mulheres fortes e com temas que realmente abraçam a bandeira do feminismo de forma sutil e clara)
    Sobre o anime, já assisti o clássico mais não consigo gostar (kkkkk) acho que as personagens ficaram muito infantiloides a ponto de se transformarem em personagens irritantes, a Usagi mesmo demora muito para amadurecer tornando ela uma personagem muito enjoada. Já o Crystal por ser 98% fiel ao mangá, diria que é a versão animada dele, acabou me conquistando pois pode corresponder minhas expectativas tranquilamente.
    Espero muito que seja reproduzido o próximo arco é um dos arcos do mangá que mais gosto! Mas acho que só deva sair uma nova temporada no próximo ano, pois em outubro tem o novo musical das Sailors e acho que será divulgada a nova temporada no término desse musical pois da última vez foi assim.

    https://somaisumaleatorio.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fico feliz que tenha gostado.
      Admito que na época em que SM foi transmitida a primeira vez pela Manchete eu assisti apenas a primeira e parte da segunda temporada. As demais eu apenas ouvi falar e, como nunca tive tv por assinatura, não tive a chance de assistir. Contudo acredito q foi bom por um lado, pois fiquei livre dos fillers infinitos…😂
      O que vc disse sobre o anime original realmente é correto!
      No anime clássico as personagens eram muito infantis e fora da realidade do mangá. Sailor Moon Crystal efetivamente trouxe novos ares para a série e torço para que tenha a próxima temporada.
      Obrigado pelo comentário e continue conosco!
      Abraço!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Não foi nada brother, gostei do texto mesmo.
        Vejo que vira e mexe você faz alguma resenha sobre algum anime, tem o costume de acompanhar alguns animes e tal. Eu recomendo que você faça parte da Blogosfera Otaku BR, é um grupo que tem no facebook onde blogueiros que produzem conteudo do gênero seja sobre animes, mangás, jogos asiáticos ou cultura japonesa podem interagir entre si e divulgar seu conteúdo para um publico que realmente vai acompanhar.
        Sei que a proposta do seu blog é mais ampla e para diversos assuntos nerd, mas o meu também é eu posto outras coisas além de animes, mangás e vejo que tem um pessoal lá que também tem blogs mistos (que abordam outros assuntos) então creio que você pode participar de lá tranquilamente.
        Porém é aquela coisa na pagina deles, e no grupo só pode ser compartilhado posts que seja sobre animes ou cultura japonesa. Então você pode compartilhar os posts que você fizer sobre esse gênero lá tranquilamente e como falei teria publico para ler.
        Bom qualquer coisa me fala que te envio o Link da pagina deles, mas no meu post “artigos recomendados” tem o link deles e na descrição fixada da pagina tem explicando como fazer parte do grupo privado.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Poxa cara, valeu pela dica!
        Vou lá tentar me inscrever sim.
        É sempre bom ter pessoas novas conferindo nosso conteúdo (ainda que sejam temas mais amplos) e compartilhando opiniões!!!
        😁😁😁👍🏻

        Curtido por 1 pessoa

  2. Olá Junior!
    Amei o post! Sailor Moon sempre terá um lugar guardado no meu coração. Ainda não vi a versão Crystal, mas acompanho até o SOS Sailor Moon e eles sempre estão postando novidades sobre o tema e acompanhando os lançamentos, inclusive do musical.
    Sabia quer tinha diferença entre o antigo e o novo, só não sabia que era a questão dos fillers. Vou tentar baixar para ver pq mesmo a antiga não consegui ver tudo até hoje 😦
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá, Kelen!
      Fico feliz que tenha gostado do post.

      Vai com fé e baixe todos os episódios de Sailor Moon Crystal. Vale muito a pena e está bem mais legal que a série clássica.

      Bjos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s