Compartilhe o hábito de leitura!

ebookOlá Nerds! Hoje o assunto é importante.

Achei o artigo O e-book não é um desserviço à cultura – é a solução, do Matheus Perez, no PublishNews, falando sobre ebooks e achei interessante compartilhar com vocês, pois concordo em gênero, número e grau com o autor quanto à potencialidade dos livros eletrônicos.

O artigo contrapõe Um e-book de fracasso, do Paulo Tedesco, no mesmo site, que mostra outra visão a respeito do tema. Obviamente não sou uma besta perfeitamente normal para acreditar que esses artigos representam opiniões isentas de imparcialidade e interesses. Porém, enquanto entusiasta dos livros eletrônicos e dos e-readers, proponho aqui uma reflexão acerca dos dados que o Matheus apresenta.

Quase metade das livrarias está concentrada nas capitais. (Fonte: ANL, infelizmente dados de 2011);
Cerca de 73% dos municípios do país não possuem livraria. (Fonte: IBGE);
Cerca de 64 mil escolas públicas (53% do total) não possui biblioteca. (Fonte: Agência Brasil);
Os índices de leitura no país são pífios. Apenas 56% da população tem o hábito da leitura. O brasileiro lê em média apenas 4,96 livros por ano. (Fonte: Retratos da Leitura).

O autor aduz ainda que, com as facilidades proporcionadas pela tecnologia, a capacidade de distribuição de livros pela internet é muito maior se comparada à capacidade de construção de bibliotecas, distribuição de livros ou até mesmo pelo surgimento de livrarias em cidades menores.

ebook-kindle-shelf

Quer dizer que hoje em dia muito mais gente pode ter sua biblioteca particular na palma da mão, usando smartphone ou tablet. Os aplicativos de leitura são gratuitos e os livros eletrônicos costumam ser mais baratos que os físicos. Sem contar a infinidade de obras clássicas ou de domínio público que custam nada ou quase nada em todas as plataformas disponíveis no Brasil (Kindle, Kobo e Lev).

Assim, é muito mais fácil disseminar o hábito de leitura por meio dos livros eletrônicos que esperar pela boa vontade do governo para construção de bibliotecas ou do mercado para a abertura de livrarias.

Quanto aos e-readers, sonho que um dia todos possuam um, ou que os governos implantem políticas de distribuição desses aparelhinhos, ou que os pais incentivem seus filhos a ler o mais cedo possível por meio dos leitores digitais. Por isso sugiro, querido leitor desse glorioso GN, que experimentem um ereader, e se gostarem, comprem pra si e para dar de presente para o crush, ou para os pais, parentes, amigos… Vamos compartilhar o hábito de leitura que é uma das formas de tornar as próximas gerações cidadãos melhores que nós e, quem sabe, capaz de tornar o mundo mais agradável para todos no futuro.

Compartilhe a ideia!


E se você quer entrar de vez no mundo dos ereaders, leia este post também e depois entre nesse link para adquirir seu Kindle (ou para dar de presente também). Agora a Amazon disponibilizou o melhor ereader (na minha opinião) na cor branca. Garanto que não haverá arrependimento, a não ser que a leitura não lhe seja um hábito prazeroso, mas aí já é outra história…

Anúncios

Sobre adsonamt

Advogado, servidor público, leitor inveterado, decidi criar esse blog para curtir um período sabático escrevendo sobre o que gosto de fazer. Minhas paixões: livros, chás, gatos, comida boa, música, board games e seriados (não necessariamente nesta ordem, depende da vibe do momento).

20 pensamentos sobre “Compartilhe o hábito de leitura!

    • Val, o ereader é uma boa forma de aprimorar a leitura de quem já tem hábito e uma boa forma de incluir quem não tem hábito de ler no mundo da leitura. Só vejo vantagens! Hoje eu leio mais e melhor porque o ereader é mais leve, mais fácil de manusear, mais portável… Tenho certeza de que você vai gostar!

      Curtido por 1 pessoa

  1. Admito que fazia pouco caso dos e-readers pois achava que eles não acrescentavam em nada o uso dos tablets.
    Mas depois que ganhei meu kindle paper white descobri o quanto é melhor que o livro físico e que ler em tablets!!!
    😁

    Curtido por 1 pessoa

  2. Acho que toda forma de leitura é valida, assumo que não abro mão de ter a forma física de alguns livros e HQ’s em que gosto. Mas nem sempre é acessível achar alguns títulos na forma fisica e é ai que entra essa outra forma de adquirir material para leitura, por muitas vezes já fui salvo por conta dessa saida. Acho valido, acho legal. Apesar de que não abro mão de ter alguns títulos em minha estante.
    https://somaisumaleatorio.wordpress.com/

    Curtido por 2 pessoas

    • O importante é ler! Não importa se o suporte é fisico ou é eletrônico. Eu também adoro minha estante de livros físicos. Mas amo ler no kindle também (até porque não tenho espaço ilimitado em casa para os livros impressos). Mas a questão é que o livro eletrônico pode facilitar o acesso à leitura em lugares onde é mais difícil conseguir um livro. É isso que eu achei legal na matéria! Continua visitando o nosso blog! Será sempre bem vindo!

      Curtido por 2 pessoas

  3. A minha primeira leitura de e-book foi a poucos dias. Preferi um tablet à um ereader, mas a experiencia foi muito satisfatória. Era um livro de Platão, que foi gratuito (!!) e que consegui ler em lugares onde antes não poderia.
    Gostei.
    Não abandonarei os físico, mas os digitais viraram uma boa opção.
    Ótimo texto.
    Abraço.

    Curtido por 3 pessoas

    • Olá Gabriel. Eu uso o kindle e gosto dele por causa da tela que é parecida com papel e reflete pouca luz. Sem contar a bateria que dura séculos. Mas já usei muito o tablet para textos técnico pela possibilidade de usar cores. Alguns apps permitem fazer esquemas e anotações também. Mas meu queridinho sempre será o Kindle para o lazer. Na falta dele uso o smartphone mesmo. Super bem a falta do kindle quando não estou com ele. Enfim, o mais importante é ler. Cada um desenvolve o hábito da maneira que mais agrada.
      Obrigado mais uma vez por nós acompanhar.
      Um abraço.

      Curtido por 2 pessoas

  4. Pingback: Resumo da semana – 26/06/16 – Uma pedra no caminho

  5. Bem bacana ler esse tipo de post, é um incentivo a mais!
    Confesso que to caminhando feito tartaruguinha com os ebooks, eu ainda sou muito grudada no livro físico. Mas a facilidade e a praticidade dos livros digitais estão me ganhando aos poucos =].
    Beijos e até.

    Curtido por 1 pessoa

    • O propósito do post não foi exatamente convencer as pessoas a lerem ebooks, mas sim demonstrar que além de ser uma alternativa, é uma boa ferramenta para disseminar cultura, pois a facilidade que a tecnologia proporciona deve ser aproveitada, principalmente onde não há bibliotecas ou livrarias. Mas sim, tem uma parcela de convencimento, e digo mais: eu me rendi aos ebooks, porém continuo amando os livros impressos. Em breve farei um post, talvez essa semana, falando um pouco mais sobre resultados da minha meta de leitura desse semestre, o que envolverá, obviamente minha experiência com o ereader. Fica atenta! Um abraço do tio.

      Curtido por 2 pessoas

    • Vale a pena experimentar. A Amazon tem um prazo de arrependimento caso você não curta o Kindle. As outras marcas eu não sei. Em breve, talvez esta semana, falarei mais um pouco sobre minha experiência com o ereader num post sobre meta de leituras ou leituras do mês.
      Um abraço do tio.

      Curtir

  6. Olá, adorei o blog. Eu não tenho um e-reader, na verdade, precisei comprar um ipad por coisas da faculdade já que estava impossível carregar o notebook o dia inteiro. E uso o ipad para ler, além dos livros e documentos acadêmicos. Mas foi bem salgado, sei que os e-readers são mais baratos. Mesmo assim, super contribuiu para que eu começasse a ler mais do que antes já que fico o dia todo fora de casa.

    Beijos.
    vidaemseriecom

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Kamylla! Bem vinda ao glorioso GN! Continua nos acompanhando! O ereader foi uma das minhas melhores aquisições dos últimos tempos. Aprimorei bastante minha leitura com ele. Mas isso é a minha experiência, não significa que seja assim com todo mundo. Mais importante que a plataforma é o hábito de leitura!
      Beajs do tio.

      Curtido por 1 pessoa

  7. Pingback: O Estrangeiro – Resumo de livro

  8. Eu já sou apaixonada pela leitura. Mas, incrivelmente, meu ritmo só aumentou depois do kindle (tenho o paperwhite, nosso queridinho). Concordo com essa ideia de que os dispositivos e livros digitais poderiam ser mais disseminados para que todos adquirissem o tão importante hábito da leitura! Quem sabe um dia…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s