Inferno, de Dan Brown.

capa-inferno3Ah, Dan Brown, o que aconteceu com você?

Talvez a fórmula Robert Langdon, doravante chamado super-Bob, esteja mesmo esgotada.

O livro é somente mais do mesmo: o herói americano (que não veste cueca por cima da calça) que salva a humanidade, com a ajuda de uma mulher linda e inteligente (no caso Sienna), de uma conspiração liderada por um vilão coitadinho. Ponto.

Quem já leu as outras obras com o personagem já deve saber que o super-Bob é um professor universitário conceituado, com elevado QI, capacidade impressionante de memorização, atleta de MMA, praticante de parkour, de pentatlo, tiro ao alvo, esgrima, atletismo, salto em altura, corrida com obstáculos, nado sincronizado, ginástica artística, automobilismo e especialista em simbologia que sempre é acionado para desvendar mistérios decorrentes de crimes provocados por entidades secretas ou por um vilão.

Todas as obras com o super-Bob envolvem alguma conspiração religiosa, científica ou tecnológica e, no caso de Anjos e Demônios, ops! Inferno, o futuro da humanidade pode estar em risco em razão de uma ameaça a ser conhecida.

Super-Bob tenta desvendar o mistério por trás de mensagem cifrada incluída em uma fotografia adulterada de um quadro que retrata o inferno descrito por Dante Aliglieri no poema “A Divina Comédia”, o Mapa do Inferno de Botticelli. Isso tudo depois de acordar em um hospital, sem memória recente, com um ferimento na cabeça, portando um misterioso objeto, que é um projetor com a imagem da referida pintura. A sombra de um pesadelo que ele teve durante o período que esteve sedado no hospital é recorrente e o atormenta durante boa parte da trama.

Enfim, achei o enredo fraco, com vários hiatos e revelações esdrúxulas e reviravoltas que nem são tão reviravoltas assim. O ponto mais bizarro é quando super-Bob, logo no início da obra, depois de ter supostamente levado um tiro na cabeça, perder a memória, fugir do hospital todo sequelado e grogue, ter caído diversas vezes sem ser alcançado pelos supostos inimigos do consórcio (motorizados e armados) e ficar escondido no apartamento de Siena, que é médica, fugir com ela numa scooter cujo dono é desconhecido e, ao se depararem com um obstáculo ela lhe diz: “Robert, temos um problema!”. Não tive como não rir…

Muita coisa fica no vácuo, algumas revelações são totalmente desnecessárias, as reviravoltas são sem motivo claro e o final anticlímax (se é que é possível ser anticlímax sem um clímax) (adoro parênteses (eles são muito úteis (porque servem para dizer algo que as pessoas não precisam ler (porque não tem muita relevância para o texto)))).

O livro tem ação? O livro tem ação! Mas é eletrizante? Não é eletrizante. Muitas partes chegam a ser chatas de ler, principalmente aquelas em que o propósito parece apenas ser didático. E o final é previsível…

Se você quer ler Dan Brown, leia Anjos e Demônios para conhecer o super-Bob, por ser o melhor livro com o Dr. Simbologista Nerd Coxinha Big Brain, daí não precisa ler os outros porque a lógica é a mesma (ok, Código da Vinci também vale a pena). Fortaleza Digital vale a pena também, por ser a outra melhor obra, com temática diferente, e o melhor: não tem super-Bob, assim como em Ponto de Impacto.

Para amenizar um pouco o tom do post, Dan Brown é ótimo em despertar curiosidades e instigar o seu instinto viajante, as obras ilustradas valem a pena por prescindir a pesquisa dos cenários e obras de arte citados nos livros, o que você também pode resolver turistando na Itália, ou em Genebra, ou em Paris, ou em Washington…

Conselho do tio: Não comece a ler Dan Brown por “Inferno”.

Nota: 2,0/5,0 (Dá pra ler até o fim…).

Adquirido em: algum dia de 2013.

Lido de 26/02 a 12/03/2016.

Formato: livro impresso.

Plataforma: li no Kindle porque não sou obrigado.

Quanto paguei: Não lembro.

Livros relacionados: Anjos e Demônios, Fortaleza Digital, O Código da Vinci, Ponto de Impacto, O Símbolo Perdido, todos de Dan Brown.

Anúncios

8 comentários em “Inferno, de Dan Brown.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s